Dia nacional do escritor

Dia 25 de Julho é o dia  nacional do escritor.

A ideia de homenagear todos os escritores surgiu na década de 1960, quando foi organizado o I Festival do Escritor Brasileiro. Jorge Amado, grande mestre da literatura baiana, foi um dos idealizadores dessa comemoração, junto a João Peregrino Júnior.

Dentre os escritores que fizeram a história da literatura queremos dar destaque a uma personalidade Brasileira: Guimarães Rosa.

Guimarães Rosa nasceu em Cordisburgo, no estado de Minas Gerais.  De tal maneira, Rosa traz para suas narrativas os aspectos regionais do sertão  – empregando termos regionais e variações de palavras, emprestando suas tradições e costumes. Além disso, aproveita a geografia e a vida selvagem do sertão para estruturar as histórias.

Rosa publicou sua obra-prima, Grande Sertão: Veredas,  o livro começou como mais uma novela curta que ele expandiu continuamente, escrito na forma de um monólogo do jagunço Riobaldo, que detalha sua vida para um ouvinte instruído, cuja identidade, embora desconhecida, o define como um homem urbano.

O romance, com suas reflexões sobre a vida, a existência de Deus e do diabo- sua maior preocupação – a natureza dos sentimentos humanos e a passagem do tempo e da memória , bem como várias curtas anedotas, muitas vezes alegorias que ilustram um ponto levantado em sua narrativa .

Para preservar o acervo e seus aspectos culturais, foi constituído um museu, referência importante para o turismo em Minas, integrando o roteiro tradicional de visitas à Gruta do Maquiné e arredores.

O Museu Casa Guimarães Rosa foi criado em 1974, na casa onde o escritor nasceu e passou a infância.

ZAC Imoveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.